terça-feira, 15 de dezembro de 2015

RICARDO COUTINHO DIZ QUE NÃO HÁ MOTIVO NENHUM PARA IMPEACHMENT
João Paulo Fernandes15 dezembro 0 comentários


O Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural, em João Pessoa, ficou pequeno para os manifestantes que participaram na manhã desta terça-feira (15), do movimento “Paraíba pela Democracia- Golpe nunca mais!” promovido pelo governo do Estado.

Militantes partidárias, lideranças políticas e os movimentos sociais de base se juntaram ao governador Ricardo Coutinho (PSB) para protestar contra o impeachment à presidente da República, Dilma Rousseff (PT).


Em discurso bastante contundente, Ricardo Coutinho apelou para que o povo ficasse atento ao golpe que os direitistas querem dar ao Brasil.

Para ele, não se pode fazer impeachment contra uma situação ou um partido, mas sim contra pessoas e contra a pessoa da presidente Dilma, não existe nenhuma acusação capaz de levar a uma abertura de um processo como este.

“A cada momento que isso não se resolve ou que os golpistas jogam contra o Brasil, a economia sofre. Em João Pessoa já são quatro mil trabalhadores desempregados na Construção. E quem vai pagar essa conta? Quem é que vai pagar a conta da falta de comida na mesa? Da falta de perspectiva para as famílias? Perdemos o ano de 2015 e a oposição ao Brasil quer que o país perca também o ano de 2016”, avaliou.

Conforme o chefe do Poder Executivo, a manifestação do governo com as entidades paraibanas foi para dizer que a sociedade não tem nada a ver com os desvios cometidos e que a justiça aja pois,  todos querem sim, que a legalidade democrática seja respeitada. Para o gestor é fundamental que a questão do impeachment contra a presidente seja deixada para trás que o país possa andar.

“Nós já perdemos tempo demais. Nós queremos que a impunidade seja cada vez menor no país, agora nós também que isso não atinja a democracia. Essa é a questão central. O país não precisa de confronto. É preciso dar um basta na chantagem que impera hoje na política. Não podemos arranhar a democracia porque se isso acontece daqui a pouco todos nós estaremos pagando muito caro”, atestou.
O governador enfatizou ainda que apoia toda e qualquer investigação que seja feita de forma séria porque a luta contra a impunidade sempre fez parte da caminhada dos movimentos sociais e de sua história.

 “Até porque os malfeitos que tem acontecidos no país não é prerrogativa de um único partido ou de uma só pessoa, por isso é importante que a sociedade civil organizada se levante porque mais importante que qualquer mandato é a defesa da democracia”, disse.

Fonte: Paraibaonline
Sobre o Autor "Apenas um rapaz, latino-americano, sem dinheiro no banco sem parentes importantes, vindo do interior..." João Paulo Fernandes Facebook

0 comentários

Postar um comentário