segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

PRINCESA TEM SEGUNDA-FEIRA COM 37ºC E 12% DE UMIDADE DO AR; ESTADO DE ALERTA É MANTIDO
João Paulo Fernandes07 dezembro 0 comentários


A cidade de Princesa Isabel-PB, voltou a registrar altas temperaturas nesse início de semana. Nesta segunda-feira (07), o município sertanejo registrou 37°C e Umidade Relativa do Ar de 12% - números estes que sugerem Estado de Alerta, pois, com o ar seco, as doenças respiratórias se manifestam com maior facilidade. 

Princesa havia registrado na semana passada os mesmos níveis de Umidade do Ar, divergindo apenas dos números das temperaturas que nesta segunda-feira subiu 2°C. Portanto, as recomendações seguem as mesmas:


CONSEQUÊNCIAS DA BAIXA UMIDADE RELATIVA DO AR

A baixa umidade do ar pode trazer consequências danosas para o organismo como o ressecamento da pele e dos cabelos, irritação nos olhos, aumento das doenças respiratórias devido ao aumento da poluição do ar e das doenças cardiovasculares. Alguns destes sintomas são os olhos vermelhos, com sensação de ter areia, boca seca, pele seca e repuxando, corrimento nasal e tosse seca.

RECOMENDAÇÕES

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera como situação de alerta quando a umidade relativa do ar cai para menos de 30%. Por isso, deve-se evitar atividades físicas externas no período de maior exposição ao sol. De acordo com o Ministério da Saúde, durante a seca, a população deve evitar exercícios físicos ao ar livre entre 10 horas da manhã e 4h da tarde. Nosso organismo é composto por, aproximadamente, 70% de água e, principalmente nesses momentos, é fundamental ter cuidado com a hidratação. A água é o componente fundamental de todas as células do organismo. Ela ajuda a regular a temperatura corporal e o funcionamento dos órgãos, elimina toxinas, ajuda na lubrificação de mucosas e age como um veículo de transporte de nutrientes.

Política 24h
João Paulo Fernandes

Com informações de www.tempoagora.com.br, www.brasil.gov.br e www.saude.terra.com.br
Sobre o Autor "Apenas um rapaz, latino-americano, sem dinheiro no banco sem parentes importantes, vindo do interior..." João Paulo Fernandes Facebook

0 comentários

Postar um comentário