sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

PAPA FRANCISCO DIVULGA MENSAGEM DE NATAL DURANTE A MISSA DO GALO
João Paulo Fernandes25 dezembro 0 comentários


Papa Francisco divulgou, nesta sexta-feira (25), à Roma e ao mundo a sua mensagem de Natal. Ele pediu que haja uma união para acabar com as atrocidades cometidas por militantes islâmicos, que têm causado um sofrimento imenso em muitos países.
Este ano, a Missa do Galo foi celebrada em meio a um forte esquema de segurança. Até na procissão de entrada, na Basílica de São Pedro, agentes protegiam o pontífice.
O pontífice rezou a Missa do Galo com a ajuda de mais de uma centena de cardeais e padres e mandou uma mensagem forte pela sobriedade: “Numa sociedade embriagada pelo consumo, prazer, abundância, luxo, aparência e narcisismo, Jesus nos chama a um comportamento sóbrio, simples, equilibrado, linear, capaz de entender e viver o essencial”.
Francisco voltou a citar a indiferença, como um dos males do mundo: “Não há espaço para a indiferença, que domina o coração de quem não consegue amar porque tem medo de perder alguma coisa. Diante da cultura da indiferença, impiedosa, nosso estilo de vida deve ser cheio de piedade, compaixão e misericórdia, que extraímos a cada dia das nossas orações”.

O Papa Francisco beijou o menino Jesus. No Angelus, Francisco fez um apelo pela paz na Palestina, onde nasceu Jesus e pediu o fim dos conflitos na Síria. “Que israelenses e palestinos possam recomeçar o diálogo e conquistar um entendimento para que os dois povos possam viver em harmonia”, disse ele.

Francisco também reivindicou que o acordo sobre a Líbia seja apoiado por todos. Ele falou que as atrocidades na região do Iraque, Iêmen e na África subsaariana devem cessar. O Papa também lembrou das vítimas dos ataques terroristas e sustentou que acolher os imigrantes é um dever de todos.
Política 24h / Fonte: Jornal Hoje / Rede Globo
Sobre o Autor "Apenas um rapaz, latino-americano, sem dinheiro no banco sem parentes importantes, vindo do interior..." João Paulo Fernandes Facebook

0 comentários

Postar um comentário