segunda-feira, 30 de novembro de 2015

EM UMA SEMANA, DOBRA O NÚMERO DE CASOS DE MICROCEFALIA NA PARAÍBA
João Paulo Fernandes30 novembro 0 comentários


O Ministério da Saúde divulgou na manhã desta segunda-feira (30), um novo boletim epidemiológico sobre os números de microcefalia no país. Os números são de registros feitos até a sexta (28). Segundo o MS, a Paraíba tem 248 casos estão em investigação. No país já foram notificados 1.248 casos de microcefalia, identificados em 311 municípios de 13 estados e Distrito Federal. O estado ocupa do segundo lugar em registro da doença no Brasil. Em entrevista coletiva realizada no dia 24 de novembro, a Secretaria de Saúde do Estado confirmou que 104 casos em investigação.

Técnicos do Ministério da Saúde chegam à Paraíba nesta segunda para auxiliar o acompanhamento da situação e investigação dos casos. O estado de Pernambuco registra o maior número de casos (646), sendo o primeiro a identificar aumento de microcefalia em sua região. O Estado conta com o acompanhamento de equipe do Ministério da Saúde desde o dia 22 de outubro. Em seguida, estão os estados de Paraíba (248), Rio Grande do Norte (79), Sergipe (77), Alagoas (59), Bahia (37), Piauí (36), Ceará (25), Rio de Janeiro (13), Tocantins (12) Maranhão (12), Goiás (2), Mato Grosso do Sul (1) e Distrito Federal (1). 
 
Entre o total de casos, foram notificados sete óbitos. Um recém-nascido do Ceará, com diagnóstico de microcefalia e outras malformações congênitas por meio de ultrassonografia, teve resultado positivo para vírus zika. Outros cinco no Rio Grande do Norte e um no Piauí estão em investigação para definir causa da morte.

No sábado (28), o Ministério da Saúde confirmou a relação entre o zika vírus e o surto de microcefalia na Região Nordeste. Em nota, o ministério confirmou o resultado do Instituto Evandro Chagas, que anunciou ter identificado a presença do zika vírus em amostras de sangue e tecidos deste bebê. A partir dos exames do bebê, que acabou não resistindo e morreu, o governo confirmou a relação entre o vírus e a microcefalia. O MS vai lançar uma nova campanha, pedindo à população que verifique regularmente, em suas casas, os possíveis espaços de reprodução do mosquito.


Política 24h
João Paulo Fernandes
com informações do Correio da Paraíba
Sobre o Autor "Apenas um rapaz, latino-americano, sem dinheiro no banco sem parentes importantes, vindo do interior..." João Paulo Fernandes Facebook

0 comentários

Postar um comentário