quinta-feira, 25 de maio de 2017

PRINCESA ISABEL: CONSELHO E SMS REALIZAM ETAPA MUNICIPAL DA 2ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE DA MULHER
João Paulo Fernandes25 maio 0 comentários


O Conselho Municipal de Saúde de Princesa Isabel – PB (CMS/PI), em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, convida a todos para participar da Etapa Municipal da 2ª Conferência Nacional de Saúde da Mulher, como tema “DESAFIOS PARA INTEGRIDADE COM EQUIDADE”. O evento acontecerá no dia 31 de maio de 2017, das 7h30 às 13h30, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, onde serão realizadas as inscrições e entrega de certificados.

PROGRAMAÇÃO

07:00H CREDENCIAMENTO E ENTREGA DO MATERIAL
08:00H FORMAÇÃO DE MESA E ABERTURA
08:30H PALESTRA COM CONFERENCISTA
09:00H DEBATE
09:30H INTERVALO PARA O LANCHE
10:00H TRABALHOS EM GRUPO
11:30H PLENÁRIA, APROVAÇÃO DAS PROPOSTAS
12:30H ELEIÇÃO DOS DELEGADOS
13:00H ENCERRAMENTO

Esta Conferência será o espaço político de debate de ideias, de enraizamento de valores e práticas para o desenvolvimento da capacidade de formulação que propicie o crescimento da força das mulheres para se livrarem do jugo patriarcal, do machismo, do sexismo e da misoginia e que contribua para o avanço do controle social no SUS, para a garantia da atenção integral à saúde das mulheres, sem qualquer forma de preconceito e discriminação.

EIXO I - O PAPEL DO ESTADO NO DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL E SEUS REFLEXOS NA VIDA E NA SAÚDE DAS MULHERES

Falar do papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus impactos na vida e na saúde das mulheres na atualidade é um exercício de análise das complexas relações de disputa de poder entre as forças econômicas, sociais e políticas do âmbito do Estado, do Mercado e da Sociedade Civil.

EIXO II - O MUNDO DO TRABALHO E SUAS CONSEQUÊNCIAS NA VIDA E NA SAÚDE DAS MULHERES 

No atual contexto da globalização da economia, as reestruturações produtivas, sob a égide da flexibilização, direcionam mudanças no mercado e na organização do trabalho, sem considerar impactos das desigualdades de gênero, assim como as condições de trabalho e a saúde sofrem variações segundo o sexo e a mão de obra. A flexibilização tem como alvo a redução do custo da mão de obra, com promessa de geração de emprego e renda para instituir uma reforma trabalhista que impõe institucionalizar o negociado sobre o legislado.

EIXO III - VULNERABILIDADES NOS CICLOS DE VIDA DAS MULHERES NA POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DAS MULHERES 

A abordagem de gênero é fundamental para pensarmos as diferentes vulnerabilidades as quais as mulheres estão sujeitas nesse cenário social, cultural, econômico e político. Partindo desse lugar da desigualdade de gênero, faz-se necessário aportar vulnerabilidades sociais e culturais como classe social, raça, etnia, geração, orientação sexual, identidade de gênero, deficiências, acrescidas de outras como processos de saúde/adoecimento como HIV/AIDS, hanseníase, transtornos mentais, violência de gênero, condições de vida, mulheres do campo, da floresta e das águas, mulheres das cidades, mulheres em situação de rua, encarceradas, em situação de conflitos de terra, de fronteira, de guerra, entre outras.

EIXO IV – POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 

A 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres (2ª CNSMu) acontece em um momento especial de luta democrática e de resistência, e ainda sob os ecos do processo de mobilização da 15ª Conferência Nacional de Saúde, fazendo valer a trajetória de conquistas das mulheres para o avanço da democracia participativa, reafirmando o SUS como impulsionador de direitos e cidadania, de acesso às ações de saúde, educação, seguridade social, essencialmente constituído por valores promotores de relações mais humanizadas, com mais vínculo e afeto.

ASCOM

quarta-feira, 24 de maio de 2017

MARANHÃO SE REÚNE COM TEMER E GARANTE TOTAL APOIO DO PMDB
João Paulo Fernandes24 maio 0 comentários


O senador paraibano José Maranhão disse, após o encontro com o presidente Michel Temer, que os senadores presentes na reunião manifestaram por unanimidade apoio à permanência do presidente no governo. O senador paraibano Raimundo Lira também participou do encontro que durou cerca de quatro horas  com integrantes da bancada do PMDB no Senado, nesta quarta-feira (24). 
Cinco dos 22 senadores peemedebistas não participaram da reunião, entre eles Renan Calheiros (PMDB-AL).
O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (PMDB-CE), reforçou que a bancada de senadores do PMDB manifestou apoio “irrestrito” a Temer. Participaram do encontro 17 dos 22 senadores peemedebistas.
Os cinco peemedebistas ausentes da reunião foram os senadores Eduardo Braga (AM), Kátia Abreu (TO), Roberto Requião (PR) e Zezé Perrela (MG), além do líder da bancada, Renan Calheiros (AL), que vem fazendo críticas ao governo e chegou a propor uma forma de renúncia negociada para o presidente Michel Temer. O senador Perrela, mesmo ausente, prestou apoio a Temer em telefonema durante a reunião.
A reunião da bancada peemedebista com o presidente foi organizada pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá.
Também participou o ministro Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo). Eliseu Padilha (Casa Civil) esteve no Planalto durante a reunião, mas saiu em seguida.
Veja a lista dos senadores na reunião:
Airton Sandoval (SP)
Dário Berger (SC)
Edison Lobão (MA)
Elmano Férrer (PI)
Eunício Oliveira (CE)
Garibaldi Alves Filho (RN)
Hélio José (DF)
Jader Barbalho (PA)
João Alberto Souza (MA)
José Maranhão (PB)
Marta Suplicy (SP)
Raimundo Lira (PB)
Romero Jucá (RR)
Rose de Freitas (ES)
Simone Tebet (MS)
Valdir Raupp (RO)
Waldemir Moka (MS)


Fonte: www.paraiba.com.br

CÁSSIO CLASSIFICA COMO VANDALISMO ATOS DE PROTESTO EM BRASÍLIA
João Paulo Fernandes24 maio 0 comentários


Senador se referiu aos atos que resultaram na depredação do patrimônio público na Esplanada dos Ministérios nesta quarta.

O vice-presidente do Senado Federal, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), classificou de vandalismo as manifestações ocorridas nesta quarta-feira (24), na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O senador se referiu aos atos que depredam o patrimônio público e promovem “atentados em série”, segundo o parlamentar.
“A diferença dos protestos de hoje com os de ontem, com os movimentos de rua a favor do impeachment da então presidente Dilma, reside na quantidade de pessoas e na qualidade das manifestações. No passado eram milhões em clima de ordem e de paz. Hoje são milhares com desordem e guerra”, pontuou Cássio.
O senador tornou a lembrar que o direito à manifestação é constitucional, mas ressaltou que o vandalismo não pode ser tolerado. “Direito à manifestação é uma salvaguarda da democracia. Mas o vandalismo, a baderna e a depredação do patrimônio público são crimes, e, como tais, não encontram amparo na Constituição Federal nem tampouco a aprovação do povo brasileiro”, afirmou o vice-líder do Senado Federal.
Fonte: www.blogdogordinho.com.br

terça-feira, 23 de maio de 2017

CAMILA TOSCANO AFIRMA QUE DEIXARÁ O PSDB SE AÉCIO FICAR
João Paulo Fernandes23 maio 0 comentários


A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) defendeu nesta terça-feira (23) que o senador Aécio Neves deixe o partido, caso ele venha a ser considerado culpado das acusações que responde na operação Lava Jato. A tucana ponderou que é preciso aguardar a defesa de Aécio, mas adiantou que não permanece no partido, caso ele não seja afastado.

“Passado todo o trâmite, ao final, se vier a ser culpado, ele tem que deixar o PSDB porque nós não podemos ser colocados na vala comum e não tem como ele permanecer no PSDB se vier a ser culpado e os deputados do PSDB também permanecerem. Não posso me igualar, me nivelar”, disse.

A deputada defendeu, contudo, que o partido aguarde o fim do julgamento para tomar posição. “O que eu penso e o que eu tenho dito é que eu não posso culpá-lo  enquanto estiver no processo de investigação. Não é hora de falar em deixar o partido, até porque ele se afastou da presidência, disse que vai provar sua inocência e nós vamos esperar pra ver em que vai dar. Ninguém é culpado até o trânsito em julgado de um processo. Se de fato ele fez algo errado, que seja punido como determina a lei”, afirmou.



Fonte: www.blogdogordinho.com.br


MARANHÃO JÁ NÃO GARANTE MAIS ALIANÇA COM CARTAXO PARA 2018
João Paulo Fernandes23 maio 0 comentários


O senador José Maranhão já não está mais tão certo com relação à aliança que reelegeu o prefeito da Capital Luciano Cartaxo (PSD) em 2016. Em entrevista a um programa de rádio da Capital, o parlamentar disse que a manutenção da aliança vai depender do que acontecerá mais à frente. 

“Quando você tem uma aliança, o dever é manter, mas o que vai acontecer na época de formatação das alianças, depende do que acontecerá no momento à frente Senador disse que não fala sobre hipóteses”, disse. 

Essa não é a primeira pista que o senador do PMDB dá sobre o futuro político do partido. Em reunião recente da executiva estadual da legenda foi decidido que o PMDB iria ter candidato próprio e o nome do ex-governador do Estado é o mais cotado para encabeçar a chapa.


Fonte: www.paraibaja.com.br

PREFEITURA ANTECIPA PARTE DA FOLHA DE MAIO PARA ESTA QUARTA (24); SERÁ INJETADO R$ 700 MIL NA ECONOMIA
João Paulo Fernandes23 maio 0 comentários



A Prefeitura de Princesa Isabel inicia nesta quarta-feira (24) o pagamento de parte da folha do mês de maio de 2017. Será injetado na economia do município aproximadamente R$ 700 mil. Aposentados e pensionistas, assim como os servidores da educação receberão o pagamento como previa o calendário, nos dias 30 e 31 de maio.

O prefeito Ricardo Pereira, já havia se pronunciado sobre a antecipação de pagamentos. De acordo com ele, daqui pra frente, a medida que houver dinheiro em caixa, serão antecipados pagamentos. 

ASCOM

segunda-feira, 22 de maio de 2017

EM ENCONTRO COM ENFERMEIROS, PREFEITO RICARDO REAFIRMA COMPROMISSO DE PISO SALARIAL DE R$ 2 MIL
João Paulo Fernandes22 maio 0 comentários


O prefeito da cidade de Princesa Isabel, Ricardo Pereira (PSB), se encontrou nesta segunda-feira (22) com os enfermeiros e técnicos de enfermagem da rede de atenção básica do município. Em um almoço oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde, Ricardo felicitou os profissionais pelos dias alusivos às categorias comemorados em maio, pediu mais empenho a todos para melhoria dos indicadores sociais e conseguinte resgate do Selo Unicef que o município perdeu na gestão passada; o prefeito encerrou o discurso reafirmando o compromisso de a partir de janeiro de 2018 pagar piso salarial de R$ 2 mil para bacharéis em enfermagem e R$ 1.250,00 para o nível técnico.

A política de valorização do servidor público municipal foi um dos compromissos firmados com a sociedade pelo então candidato a prefeito Ricardo Pereira, em 2016. A partir de 2018, o salário mínimo será de R$ 1.030,00 – valor acima do piso nacional, que será de R$ 979.




Fotos: ASCOM

PRESIDENTE DO PSDB DA PB QUER AGILIDADE DO STF PARA O FIM DA CRISE
João Paulo Fernandes22 maio 0 comentários


O presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, declarou nesta segunda-feira que o Brasil precisa encontrar com urgência uma solução para a crise política instalada após a delação que atinge o presidente Michel Temer para evitar que os brasileiros sejam ainda mais penalizados, uma vez que a perplexidade diante das revelações travou a economia e está gerando prejuízos aos avanços que o governo vinha conquistando na recuperação econômica.

“Os economistas já preveem aumento do desemprego se a crise se prolongar e isso se reflete diretamente no cotidiano de cada cidadão. Além disso, a indefinição dos rumos do País também atrapalha a gestão dos municípios, o que mais uma vez afeta o cidadão, que precisa do desenvolvimento de sua cidade com melhora na prestação de serviços. O País não pode parar”, afirmou Ruy.

O tucano disse ainda que espera que o Supremo Tribunal Federal tome as medidas necessárias para que as investigações não se arrastem prolongadamente e que o Congresso faça sua parte, dando prioridade aos interesses do Brasil nesse momento tão delicado, acima de tudo respeitando a Constituição Federal.


Fonte: www.pbagora.com.br

DIRETOR DO HOSPITAL SÃO VICENTE FALA SOBRE AS ESPECIALIDADES MÉDICAS OFERECIDAS PELO MUNICÍPIO
João Paulo Fernandes22 maio 0 comentários

Ernesto Mangueira

Em entrevista concedida ao Politica 24h, o diretor geral do Hospital Municipal São Vicente de Paula, Ernesto Mangueira de Souza, falou sobre os desafios enfrentados para oferecer um serviço otimizado à população princesense. “Estamos trabalhando para oferecer um serviço de saúde que atenda às necessidades da população e, para isso, o governo Ricardo Pereira não tem medido esforços...Foram contratados 15 médicos especialistas que atendem a população a partir dos encaminhamentos das Unidades Básicas de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde.” - finalizou.

A Prefeitura de Princesa Isabel disponibiliza à sociedade as especialidades médicas ginecologia, neurologia, gastrenterologia, endocrinologia, cardiologia, reumatologia, geriatria, oftalmologia, ortopedia, pediatria, psiquiatria, alergologia, urologia, dermatologia e vascular.  

Ernesto Mangueira, em reunião com o secretário de saúde do município, Dr Júnior Ferraz e a assessora técnica em saúde, Analú Costa


Fotos: ASCOM

sábado, 20 de maio de 2017

TEMER ACIONA AGNALDO RIBEIRO PARA TENTAR REVERTER A CRISE
João Paulo Fernandes20 maio 0 comentários


O presidente Michel Temer convocou o líder do Governo, o deputado federal paraibano Aguinaldo Ribeiro (PP) para tentar reverter a crise política que tomou conta do Planalto após revelação de que o presidente negociou propina com a JBS para calar a boca do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Segundo informações da Globo News, a intenção é dar um ar de normalidade ao Palácio do Planalto, o que não deve acontecer, já que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, tirou o sigilo das gravações. Aguinaldo terá a missão de convocar os aliados do presidente para ratificar o apoio e tentar manter a firme a base aliada de Temer, que já deu sinais de estremecimento com o anúncio da saída dos ministros Bruno Araújo (Cidades) e Roberto Freire (Cultura).

 Entenda

 Na tarde de quarta-feira passada, Joesley Batista e o seu irmão Wesley entraram apressados no Supremo Tribunal Federal (STF) e seguiram direto para o gabinete do ministro Edson Fachin. Os donos da JBS, a maior produtora de proteína animal do planeta, estavam acompanhados de mais cinco pessoas, todas da empresa. Foram lá para o ato final de uma bomba atômica que explodirá sobre o país — a delação premiada que fizeram, com poder de destruição igual ou maior que a da Odebrecht. Diante de Fachin, a quem cabe homologar a delação, os sete presentes ao encontro confirmaram: tudo o que contaram à Procuradoria-Geral da República (PGR) em abril foi por livre e espontânea vontade, sem coação. É uma delação como jamais foi feita na Lava-Jato: Nela, o presidente Michel Temer foi gravado em um diálogo embaraçoso. Diante de Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: “Tem que manter isso, viu?”. Aécio Neves foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley. O dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB, numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal. A PF rastreou o caminho dos reais. Descobriu que eles foram depositados numa empresa do senador Zeze Perrella (PSDB-MG).  

Fonte: www.paraibaja.com.br

COM RICARDO EM REUNIÃO, PSB ROMPE COM TEMER E PEDE RENÚNCIA
João Paulo Fernandes20 maio 0 comentários


PSB decidiu partir para a oposição

Mais um furo no casco do navio fantasma que se tornou o governo de Michel Temer; em reunião de sua executiva, o PSB decidiu partir para a oposição e pedir a renúncia de Temer.

Segundo o secretário-geral do partido, Renato Casagrande, Temer perdeu completamente as condições de governar o País; "Dentro desse ambiente de renúncia, que é uma decisão dele, pessoal, ou no caso de vacância do cargo, o PSB defende o respeito à Constituição, fortalecerá e fechará questão com relação à votação da emenda das Diretas Já", afirmou.

"Quem conclui que o presidente não tem mais condições de liderar um projeto nacional, se coloca de fato na oposição", acrescentou Casagrande.
O partido tem uma bancada de 35 deputados. Sobre o Ministério de Minas e Energia, ocupado pelo deputado Fernando Coelho Filho, o deputado Júlio Delgado resumiu assim:
"Talvez ele seja até implicado a pedir licença do partido para continuar exercendo [o comando do ministério]. Talvez ele queira ficar no navio tocando o violino do Titanic. Essa é uma opção dele.

Fonte: www.wscom.com.br

sexta-feira, 19 de maio de 2017

HRPI REALIZA PALESTRA SOBRE ACOLHIMENTO E SAÚDE MENTAL
João Paulo Fernandes19 maio 0 comentários

Palestrante Enfermeira Fernanda Caetano

O Hospital Regional de Princesa Isabel-PB, realizou na tarde desta sexta-feira (19) uma palestra sobre Acolhimento e Saúde Mental. A palestra oferecida aos funcionários do HRPI foi ministrada pela Enfermeira Fernanda Caetano. Segundo a palestrante, o objetivo central do encontro foi aprimorar os conhecimentos em saúde mental, humanização e a percepção da necessidade de um correto direcionamento para as redes acolhedoras no município.


 

DEPUTADO PEDRO CUNHA LIMA DEFENDE RENÚNCIA DE TEMER
João Paulo Fernandes19 maio 0 comentários


O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) disse que é preciso achar uma alternativa para conciliar o país e propõe o nome da ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, como alternativa até que uma nova eleição seja convocada.

Mais um tucano paraibano defende a renúncia do presidente da República, Michel Temer (PMDB), após delações do grupo JBS. O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) disse que é preciso achar uma alternativa para conciliar o país e propõe o nome da ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, como alternativa até que uma nova eleição seja convocada. “O momento agora é de achar um consenso. Temos que ter um nome consensual. Tem sido colocado o nome da ministra Carmem Lúcia, que pode ser uma alternativa para que a gente consiga dar um norte para esse grave problema”, disse o tucano, que prega, ainda, o fim do que chamou de ‘rinha política’: “É o Brasil que está sendo despedaçado e não dá para a gente ficar em rinha política eternamente”. O paraibano ressaltou que há um apelo forte pela renúncia de Temer e que STF deve liberar o conteúdo das delações: “Não há como ter a continuidade de um governo dessa forma. É uma possibilidade (a renúncia) e não tem como descartar. O STF tem uma obrigação cívica de nação de colocar para o país o que de fato tem nessa gravação, esse é um passo que a gente não pode evitar”, disse.

Fonte: www.giropb.com.br

GILVAN FREIRE CITA FALTA DE COMPROMISSO ENTRE CARTAXO,MARANHÃO E CÁSSIO
João Paulo Fernandes19 maio 0 comentários


Em uma  entrevista polêmica, concedida a Rádio Campina FM, o ex deputado Gilvan Freire comentou a aliança feita entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), e os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (PMDB). Segundo ele, a regra do compromisso político é a mais desrespeitada e a que menos está em uso.

Para Gilvan, os três se juntaram em apoio para dar visibilidade ao prefeito da capital e torná-lo possível candidato para desbancar Ricardo Coutinho em 2018, mas falharam na missão já que não cumprem os compromissos políticos.

– Saímos de uma eleição onde o prefeito da capital saiu vitorioso apoiado por líderes como Cássio e José Maranhão, presumivelmente com objetivo de derrubar Ricardo Coutinho a partir da capital em 2018, impondo a ele mais uma derrota e o objetivo era também dar a Luciano visibilidade de um líder novo capaz até de ser candidato a governador com o apoio desses líderes. Isso não está valendo mais nada porque nem Luciano respeita os que o apoiavam e nem os que o apoiavam respeitam o compromisso de fazê-lo governador do Estado. As pessoas celebram compromissos, mas não cumprem – opinou.

Lígia - Gilvan Freire também se voltou contra a vice governadora do Estado Lígia Feliciano (PDT), cotada como um dos possíveis nomes da sucessão socialista em 2018.

Para Gilvan, se Ricardo lançar Lígia não é confiando em sua elegibilidade e sim para ter apoio em sua candidatura ao Senado Federal.

– Ricardo não vai fazer de Lígia uma inimiga no governo. Ela pertence a um agrupamento político que sabe tirar proveito dos cargos públicos e Ricardo, com medo, pode fazê-la candidata. Particularmente, acho que na cabeça de Ricardo Lígia não tem como derrotar Luciano, Cássio ou Cartaxo, pois essas lideranças já estão se unindo. Se ele vai colocá-la para ser candidata é para fazer palanque para ele mesmo, como candidato ao Senado – frisou.


Fonte: www.pbagora.com.br

VITAL DO RÊGO É CITADO EM NOVA DELAÇÃO E TERIA RECEBIDO R$ 8 MILHÕES EM PROPINA
João Paulo Fernandes19 maio 0 comentários


O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo se mantém no cargo, mesmo após a abertura de inquérito contra ele na Lava Jato, mas denúncias de que o paraibano teria recebido propinas continuam a ser reveladas. O ex-senador foi citado na delação do executivo da JBS, Ricardo Saud.

De acordo com Saud, foram destinados R$ 35 milhões a pelo menos seis senadores em troca de apoio à reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). O delator citou Renan Calheiros, Eunício Oliveira, Jader Barbalho, Eduardo Braga e Vital do Rêgo.
Os repasses  teriam sido feitos Joesley Batista que a seis senadores do PMDB: R$ 2 milhões para Valdir Raupp, R$ 8 milhões para Renan Calheiros, R$ 8 milhões para Eduardo Braga, R$ 8 milhões para Vital do Rêgo do PMDB da Paraíba, R$ 8 milhões para Jader Barbalho e R$ 1 milhão para o PMDB do Tocantins.
O lobista da J&F explicou que os R$ 35 milhões foram descontados dos R$ 300 milhões que estavam disponíveis para o PT usar na campanha, referindo-se a essa contabilidade como a “conta-corrente da propina”. O delator disse que Joesley Bastista, um dos donos da J&F, discutiu esse repasse com o ministro Guido Mantega.
Denúncias
Vital do Rêgo também é citado é citado na delação premiada do ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo, como responsável, ao lado do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), pela cobrança de R$ 30 milhões em propina de um grupo de empreiteiras cujos dirigentes temiam ser convocados para depor na Comissão Parlamentar Mista de Investigação (CPMI) da Petrobras.
Em abril o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, autorizou a abertura de inquérito sobre o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo Filho. Vital também é suspeito de receber recurso para a campanha via caixa 2, no valor de R$ 350 mil. O inquérito foi aberto com base nas delações de Fernando Luiz Ayres, ex-presidente e fundador da Odebrecht Ambiental, e José de Carvalho Filho, ex-diretor da Odebrecht
Fonte: www.blogdogordinho.com.br

CÁSSIO VISITA AÉCIO E DIZ QUE AINDA NÃO DEFINIU POSIÇÃO SOBRE GOVERNO
João Paulo Fernandes19 maio 0 comentários


O senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), vice-presidente do Senado, visitou nesta sexta-feira (19), o afastado Aécio Neves (PSDB-MG), é alvo da Operação Patmos, autorizada pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). O encontro aconteceu na residência de Aécio, localizada em área nobre de Brasília.

Em entrevista a Isto É, Cássio contou que o colega de partido está “exclusivamente focado na sua defesa”. “O senador está cuidando da sua defesa, que ele tem total direito de fazer e é preciso fazer de forma ampla, para que a investigação tenha curso e possamos ter essa manifestação do contraditório, fruto do inquérito que está sendo aberto para que ele possa exercer seu direito constitucional de defesa, disse.

O senador da Paraíba afirmou que os advogados de Aécio e do próprio Senado vão analisar a decisão do ministro Fachin, que afastou na quinta-feira, 18, o mineiro da função parlamentar. “Essa é uma decisão que não está prevista na Constituição, mas que tem sido adotada em outros momentos.

Essa questão tem sido nova na jurisprudência, uma vez que não está, no meu parco conhecimento, prevista na Constituição”, afirmou Cunha Lima.


Questionado sobre a possibilidade do PSDB retirar o apoio ao governo Michel Temer diante dos recentes fatos revelados com a delação dos executivos da JBS, Cunha Lima disse que a questão ainda está sendo discutida dentro do partido.

“Ontem (quinta), conversamos com alguns segmentos. O partido tem várias instâncias de deliberação, não apenas a bancada no Senado, nem da Câmara. É o momento em que precisamos ter o integral conhecimento das gravações que foram feitas para que possamos avaliar esse processo. O PSDB sempre teve muita, extrema responsabilidade com o País e será sempre pensando no Brasil, naquilo que possa trazer estabilidade, que possa nos garantir a saída para essa crise para milhões de brasileiros, será a conduta que o partido terá”, afirmou.

O senador acredita que esse momento de instabilidade política pelo qual o País passa deve sim interferir na tramitação das reformas, mesmo que de forma momentânea.

O vice-presidente do Senado defendeu que o País tenha a “verdade completa” dos fatos. “É importante que nós tenhamos a capacidade de pensar sobre tudo no Brasil. Neste momento, não está em jogo a autoridade A ou B. O que nós devemos nos preocupar é com o País que não pode ter sua crise aprofundada, que já é a mais grave crise de sua história”, afirmou.

Cunha Lima defendeu o curso das investigações e disse que os responsáveis devem responder por seus erros, mas os que não têm culpa devem ser absolvidos. O importante, segundo ele, é o Brasil funcionar. “Era o momento em que a economia começava a dar sinais de recuperação. Isso é importante para o País inteiro, é muito significativo que tenhamos a capacidade de, olhando para o País, fazer que a economia volte a funcionar e o País saia dessa crise, que é a mais grave da sua história”, enfatizou.

Fonte: Istoé

quinta-feira, 18 de maio de 2017

LUTO OFICIAL: CMPI ADIA SESSÃO DA ELEIÇÃO DA NOVA MESA DIRETORA
João Paulo Fernandes18 maio 0 comentários


Tendo em vista o luto oficial de 03 dias, decretado pela Prefeitura de Princesa Isabel, pela morte do ex-vereador Joaquim Limeira, a Câmara Municipal adiou a sessão extraordinária da sexta-feira (18), para a próxima segunda-feira (22). Amanhã os vereadores iriam eleger a mesa diretora para o biênio 2019/2020.

PREFEITURA DE PRINCESA DECRETA LUTO OFICIAL PELO FALECIMENTO DO EX-VEREADOR JOAQUIM LIMEIRA
João Paulo Fernandes18 maio 0 comentários


O prefeito da cidade de Princesa Isabel-PB, Ricardo Pereira do Nascimento (PSB), decretou na manhã desta quinta-feira (18), luto oficial de 03 dias, pelo falecimento do ex-vereador Joaquim Gomes de Lima, mais conhecido como Joaquim Limeira - o mesmo exerceu mandato legislativo entre os anos de 1993 e 1997.

Viúvo, Sr. Joaquim Limeira tinha 101 anos; ele deixa 8 filhos, 30 netos, 21 bisnetos e 3 tataranetos.











Fotos: redes sociais  










CÂMARA DE PRINCESA ISABEL APROVA REQUERIMENTO PARA ANTECIPAÇÃO DA ELEIÇÃO DA MESA DIRETORA 2019/2020.
João Paulo Fernandes18 maio 0 comentários



Em sessão realizada na Câmara de Vereadores de Princesa Isabel-PB, na última quarta-feira (17), os parlamentares apresentaram diversos Projetos de Lei e aprovaram o Requerimento Nº 95/2017, de autoria do vereador Garrancho (PSB), para a antecipação da eleição da mesa diretora, para o biênio 2019/2020. A medida foi aprovada pelos vereadores Valmir Pereira (PSDB), Alaelson Henrique (PMN), Jaildo Paulino (PSDB), Rinaldo do Gavião (PSB), Cleonice Henriques (PDT), Irismar Mangueira (PCdoB), Naldinha Domingos (PSB), Garrancho (PSB) e Alan Moura (PSB). Os vereadores Erivonaldo Benedito (PMDB) e Iannara Henriques (PSD) faltaram à sessão. A sessão extraordinária está marcada para sexta-feira, 19 de maio de 2017, às 10:00 horas.

terça-feira, 16 de maio de 2017

BRASÍLIA: RICARDO PEREIRA SE REÚNE COM BUBA GERMANO E PARTICIPA DA XX MARCHA EM DEFESA DOS MUNICÍPIOS
João Paulo Fernandes16 maio 0 comentários


O prefeito da cidade de Princesa Isabel-PB, Ricardo Pereira do Nascimento (PSB) compre esta semana agenda administrativa na capital federal. Ricardo se reuniu com o Secretário de Articulação Municipal do Governo da Paraíba, Buba Germano, para discutir pleitos e novos projetos para o município. 



O prefeito permanecerá em Brasília até a próxima quinta-feira (18), onde também participa da XX Marca a Brasília em Defesa dos Municípios. Acompanham o prefeito o Secretário de Finanças, Administração e Planejamento, Fábio Braz e a Gerente Regional de Educação e Cultura, Nininha Lucena.


Imagens: Ricardo Pereira